A Central Dermatologia foi criada em 1993 com o objetivo de oferecer um atendimento de excelência em dermatologia, incluindo as áreas clínica, cirúrgica, estética e de alergia dermatológica. Nossa equipe é experiente e está preparada para atender a todas as necessidades de nossos pacientes. Será um prazer receber você! Estamos localizados no coração do Centro do Rio, na Avenida Rio Branco, Edifício Avenida Central.

Referência dermatológica há mais de 25 anos​

Equipe conceiturada
Atendimento personalizado

Serviços

Dermatologia Clínica

Dermatologia Clínica

Dermatologia Clínica

A dermatologia é a especialidade que trata as doenças da pele, das unhas e dos cabelos. Geralmente, essas condições se manifestam com coceira, reações alérgicas, queda de cabelos, excesso de oleosidade na pele, unhas fracas, descamativas e sulcadas, entre outros sinais. As doenças dermatológicas mais comuns são as dermatites (de contato, atópica), rosácea, câncer de pele, calvície e alopecia e as micoses. Independentemente de quão grave elas possam ser, ao primeiro sinal de alteração na pele, nos cabelos ou nas unhas, o dermatologista deve ser consultado para que ele avalie a causa do problema e indique o tratamento mais adequado. Em alguns casos, como no câncer de pele, o diagnóstico precoce é o que fará toda a diferença no sucesso do tratamento.

 

Dermatologia Cirúrgica

Dermatologia Cirúrgica

Retirada de pequenas lesões​

Algumas lesões que surgem na pele, por menores que sejam, muitas vezes causam um incômodo estético. Verrugas, nevos e fibromas, por exemplo, podem ser retirados de maneira simples com alguns procedimentos. Os mais indicados são a eletrocoagulação, que usa uma fonte de calor para remover a lesão; aplicação de ácidos; crioterapia, que utiliza o nitrogênio líquido para, ao contrário da eletrocoagulação, congelar a lesão com baixas temperaturas, o que faz com que ela caia depois de um tempo; e as cirurgias. Nesse caso, o local é anestesiado e há a necessidade de pontos para fechar a incisão. 

Biópsias cutâneas
A biópsia é um procedimento importante para o diagnóstico preciso de muitas doenças. Nela, células ou pequenos fragmentos da lesão são colhidos para serem analisados em laboratório. Na dermatologia, elas são a única forma de diagnosticar o câncer de pele, além de infecções e doenças inflamatórias da pele, como dermatite e eczema. É um procedimento simples e rápido, feito com anestesia, em consultório.   As biópsias cutâneas mais comuns são:
  • Incisional, que retira apenas um fragmento da lesão;
  • Excisional, que remove toda a lesão. Essa é a mais indicada para o caso de suspeita de melanoma (câncer de pele);
  • Punch: com um cilindro cortante colocado na pele remove-se uma amostra do tecido que pode chegar até a gordura subcutânea;
  • Raspagem ou shaving: retira a camada mais superficial da pele com um bisturi.
Cirurgia de unha​

Estar com uma unha encravada quase sempre é sinônimo de dor e desconforto. Embora a maneira de cortá-la (reta) possa solucionar o problema, em alguns casos é necessário o uso de antibióticos e antissépticos ou até mesmo cirurgia.  O procedimento mais comum é a chamada cantotomia ou cantoplastia, que desobstrui a passagem da unha, retirando a matriz ou o canto que encrava com a aplicação de um ácido, sem cortes ou pontos. Em alguns casos, pode ser necessário remover a unha. A cirurgia é simples e não precisa de internação. Consulte o dermatologista para saber qual a melhor indicação para o seu caso e, no dia a dia, procure cortar as unhas depois do banho, pois elas ficam mais flexíveis e fáceis de serem cortadas. 

 

Procedimentos com eletrocoagulação

A eletrocoagulação é um procedimento indicado para tratar as lesões da pele. Por meio de uma corrente elétrica de alta frequência, o tecido é destruído pela desidratação, ruptura e carbonização das células (o efeito é parecido com uma queimadura). É um procedimento simples, de rápida execução, realizado com anestesia local e de fácil cicatrização. Ele pode ser indicado para o tratamento de verrugas, pintas, ceratoses seborreicas e actínicas, pólipos, xantelasmas, dentre outras doenças cutâneas.

Dermatologia Estética

Dermatologia Estética

Aplicação de toxina botulínica

A toxina botulínica é um dos procedimentos mais indicados para suavizar as rugas de expressão, que ficam muito marcadas por causa dos movimentos repetitivos do rosto, como sorrir, por exemplo. Ela pode ser indicada para amenizar as rugas que aparecem na testa, no colo e no pescoço; ao redor dos olhos e da boca e entre as sobrancelhas. Outro uso para a toxina está no tratamento da hiperidrose (suor excessivo). Nesse caso, ela é aplicada nas axilas, nas palmas das mãos e solas dos pés. Em geral, os resultados duram em média seis meses e as aplicações podem ser refeitas a cada seis meses, dependendo da necessidade do paciente. Não há uma idade certa para começar a usar a toxina botulínica. Pessoas mais jovens podem fazer seu uso de maneira preventiva.

Preenchimento com ácido hialurônico ​

O ácido hialurônico é uma substância utilizada para suavizar rugas e marcas de expressão, dar volume (nos lábios, nas mãos e nas maçãs do rosto) e melhorar o contorno facial, além de ajudar na hidratação da pele. Uma das suas principais vantagens está em oferecer os mesmos benefícios de um lifting cirúrgico, sem ser necessário que o paciente se submeta a um período de recuperação pós-operatório. Os resultados são imediatos e podem durar até mais de um ano. Depois desse tempo, o produto pode ser reaplicado. O ácido hialurônico também pode ser indicado como um complemento a outros tratamentos de rejuvenescimento, como a toxina botulínica, peeling ou laser. descamação ou irritação.

Peelings

O peeling é um procedimento que ameniza manchas, cicatrizes de acnes e rugas que vão surgindo na pele com o passar dos anos. Ele age removendo as camadas cutâneas superficiais mais danificadas, estimulando a renovação celular. Eles se dividem em: superficiais, médios e profundos. A escolha depende do objetivo do tratamento. Os principais tipos de peelings são:
- Químico: feito com aplicações de ácidos;
- Físico: utiliza alguns agentes para estimular a descamação, como cremes abrasivos, aparelhos de microdermoabrasão por fluxo de cristais (peeling de cristal) ou lixas com pontas de diamantes (peeling de diamantes);
- Peeling com laser: aquece a pele de dentro para fora, estimulando a renovação celular sem provocar descamação ou irritação.

Microagulhamento com drug delivery

O microagulhamento é uma técnica que utiliza microagulhas para causar pequenas lesões na pele. Em resposta, o organismo estimula a produção de colágeno pelo organismo. O drug delivery permite que os produtos utilizados no tratamento atinjam as camadas mais profundas da pele de maneira concentrada, estimulando a renovação celular.   O procedimento é indicado para suavizar rugas, estrias, cicatrizes de acne, melasma, combater a flacidez e a queda de cabelos. Os resultados podem ser vistos já nas primeiras semanas e geralmente não são necessárias muitas sessões, em comparação a outros tratamentos estéticos. 

Tratamentos com luz pulsada para manchas, vasos e rejuvenescimento ​

A luz intensa pulsada é uma tecnologia que emite feixes de luz que geram calor e atingem diferentes alvos, como a melanina (quando produzida em excesso, causa sardas e manchas), os microvasos da face e do colo, e o folículo piloso e a raiz do pelo. O objetivo é causar pequenas lesões na pele que irão estimular a renovação celular. É um procedimento indicado para suavizar manchas (melasma e melanoses), sardas, vasos sanguíneos aparentes, marcas de expressão, rugas, cicatrizes de acnes e rosácea. Além disso, ela também estimula a produção de colágeno, dando mais firmeza e elasticidade à pele e reduzindo a dilatação dos poros. Os resultados podem ser vistos após algumas semanas. Além da face, a luz intensa pulsada também pode ser usada para tratamentos corporais, como, por exemplo, na depilação definitiva.   

Convênios

Agende sua consulta